Acaba de ser lançado o Curso de História da Igreja, da autoria de D. Estêvão Bettencourt, reelaborado pelo Pe. Vitor Gino Finelon, da direção da Escola.

Afirmou ele: “Este curso pretende ser um instrumento para professores, catequistas, agentes de pastoral e todos os fiéis da Igreja Católica para a formação permanente e o contato com os pontos essenciais da nossa história”.

Serão apresentadas façanhas de enorme brilho (como a evangelização dos bárbaros, a preservação e a transmissão da cultura antiga, os gestos dos mártires, dos missionários, dos heróis da fé) como também os momentos difíceis, como foram os séculos X e XVI. A sucessão ou simultaneidade de luz e sombras não deve surpreender o estudioso cristão; para este, aliás, e também para o não cristão, o fato de que a Igreja até hoje subsiste cheia de vitalidade, apesar do contra-testemunho de muitos filhos seus, é o sinal mais evidente de que Deus, e não os homens, sustenta a Igreja.

Veremos que a Igreja não consta apenas de santos, mas nela existirão até os fins dos tempos justos e pecadores, como o próprio Senhor predisse na parábola do joio e do trigo (cf. Mt 13,24-30. 36-43). Porém, é bastante interessante que nos períodos mais dolorosos de sua história, a Igreja tenha encontrado o vigor da renovação em seu próprio bojo, ou seja, na santidade de seus membros que se dedicaram à oração e à pureza de vida; foram os santos que, suscitados oportunamente por Deus, restauraram o fulgor da Santa Mãe Igreja.

Neste curso percorreremos vinte séculos de história, conscientes de que cada época tem seu tipo de cultura e civilização próprios.

DADOS GERAIS:

 Quantidade de capítulos: 57 (e mais um Breve Léxico)
Número de páginas: 496
Idioma: Português (BR)
Acabamento: Livro
Tamanho: 15,5×23 cm
ISBN: 978-85-7785-153-9

EMENTA DO CURSO:

  1. a) A Igreja nasce
  2. b) Os Apóstolos e a propagação da Igreja
  3. c) Os primeiros escritores cristãos
  4. d) As perseguições
  5. e) Igreja e Império no séc. IV
  6. f) Igreja e povos Bárbaros
  7. g) As Heresias Trinitárias
  8. h) As Heresias Cristológicas
  9. i) Origenismo e Reencarnação
  10. j) Rebatismo e Donatismo
  11. k) As Controvérsias sobre a Graça
  12. l) O Monaquismo
  13. m) Islamismo e Igreja
  14. n) Introdução à Idade Média
  15. o) Controvérsia das Imagens
  16. p) Fundação do Estado Pontifício
  17. q) Papado e Império de 891 a 1003
  18. r) A “Papisa” Joana (?)
  19. s) O Cisma Grego
  20. t) O Século XI – Gregório VII
  21. u) Inocêncio III – O apogeu do poder Temporal
  22. v) O Papa Bonifácio VIII (1294-1303)
  23. w) Clemente V – Avinhão e Viena
  24. x) O Papado e Luís IV (1314-47)
  25. y) Fim do Exílio de Avinhão – O Cisma Ocidental
  26. z) Os Concílios de Constança, Basiléia e Ferrara-Florença
  27. aa) Os Movimentos em Prol da Pobreza
  28. ab) As Cruzadas
  29. ac) A Inquisição Medieval
  30. ad) Joana D’Arc
  31. ae) Wiclef e Huss
  32. af) Idade Moderna: Visão Geral – Renascimento
  33. ag) Papas do Renascimento
  34. ah) A Reforma Protestante
  35. ai) O Cisma Anglicano
  36. aj) O Concílio de Trento
  37. ak) A Inquisição Espanhola
  38. al) O Processo de Galileu
  39. am) Baianismo e Jansenismo
  40. an) Galicanismo e Febronianismo
  41. ao) A supressão da Companhia de Jesus – A Revolução Francesa
  42. ap) Pio VII e Napoleão Bonaparte
  43. aq) Pio IX – A Queda do Estado Pontifício
  44. ar) O Concílio do Vaticano I
  45. as) De Leão XIII a Pio XI – O Tratado do Latrão
  46. at) De Pio XII ao Concílio do Vaticano II
  47. au) A Igreja e as Missões – Padroado
  48. av) A Igreja e a Escravidão – Os Índios
  49. aw) Pombal, os Jesuítas e a Inquisição
  50. ax) A Questão Religiosa (1871-75)
  51. ay) Os 21 Concílios Ecumênicos